glass orthodoxy

 

estou farta de dormir. de dormir. e dormir mais. para no fim. acordar e andar aí encostada aos cantos.

pedi autorização ao médico da tola para diminuir a dose do sono. o que se traduz em meio comprimido de atarax.

corre tudo bem. menos sono. mais vida.

o problema é que. e já que estava com a mão na massa. depois de fazer contas à média de kilos por mês. tomei a decisão derradeira.

(quero lá saber da médica. ela ri-se. mas os kilos são meus. e eu não me rio nada.)

ao mesmo tempo que retiro meio atarax. também retirei metade das calorias diárias ingeridas.

 

Anúncios